Vanderlei Luxemburgo não resiste a mais uma derrota na Ilha

Temer é o presidente mais impopular do mundo, diz pesquisa
Turista morre após cair de parapente em Arcoverde

Vanderlei Luxemburgo não resiste a mais uma derrota na Ilha

Vanderlei Luxemburgo não é mais técnico do Sport. De forma surpreendente, o treinador afirmou que foi demitido do cargo ainda nos vestiários após a derrota desta quinta-feira, por 2 a 0 para o Junior Barranquilla, na Ilha do Retiro, pela Copa Sul-Americana. Luxa disse que que o mandou embora foi o vice-presidente executivo e de futebol, Gustavo Dubeux, que também fez um pronunciamento sobre o desligamento logo em seguida.

Luxemburgo falou em tom de despedida e disse que torcerá para o time não ser rebaixado à Série
B. “Agradeço a maneira como fui recebido. Foi uma passagem boa aqui, fiz amizade e vocês
puderam me conhecer melhor. O Dubeux me mandou embora no vestiário. Tinha certeza que isso
ia acontecer. A culpa é sempre do técnico. Entenderam que o melhor para o Sport foi a minha
saída. Mas faz parte do jogo. Vamos tocar a vida. Tomar que o Sport saia, e vai sair, dessa
situação. Não vai para para a Segunda Divisão”, declarou.

Sem deixar de elogiar o treinador, já Dubeux garantiu que não demitiu Luxemburgo
especificamente pela derrota para o Junior Barranquilla, mas pelo mal segundo turno da equipe no
Brasileiro – recorte no qual tem a pior campanha entre os 20 participantes.

“Nos momentos difíceis, tem que tomar posições que achamos corretas. Quero agradecer ao trabalho de Vanderlei, um excelente profissional, dedicado e que abraçou a causa do clube. Ele se encaixou no perfil do Sport, agora infelizmente tivemos o retrospecto no segundo turno que deixou muito a desejar. Essa posição nossa não foi em relação a esse jogo. O time do Junior é muito melhor e deverá ser o campeão da Sul-Americana”, falou o gestor.

Vanderlei estava apalavrado para seguir no comando do Rubro-negro no ano que vem. Mesmo se o time fosse rebaixado, ele havia dito que aceitaria diminuir o seu salário para dar continuidade a projeto no clube.

Há cinco meses na Ilha, Luxa conquistou o título do Campeonato Pernambucano, participando apenas do jogo final, contra o Salgueiro. Levou o Leão para uma inédita quartas de final de Sul-Americana, chegou a conduzir o time para a zona de classificação à Libertadores na Série A, mas despencou no segundo turno e deixa o Sport assombrado pelo Z4. Em 34 jogos, venceu 11, perdeu 15 e empatou oito. O aproveitamento foi de 40,1%.