Programa Ganhe o Mundo faz primeiro embarque do ano

Durval topa contrato por produtividade e fica no Sport
Palácio se aproxima de cortejados por Bezerra Coelho

Programa Ganhe o Mundo faz primeiro embarque do ano

Os Estados Unidos recebem, nesta sexta-feira (5), 41 alunos da Rede Estadual de Ensino, através do programa Ganhe o Mundo, iniciativa do Governo de Pernambuco. Esses meninos e meninas vão cursar um semestre do ensino médio em escolas de 18 estados americanos. Em 2018, serão ofertadas mais de 1.000 vagas em nove países diferentes – quatro deles de língua inglesa, quatro de língua espanhola e um de língua alemã, novidade deste ano.

O governador Paulo Câmara disse estar muito satisfeito de poder realizar o sonho dos jovens pernambucanos de fazer intercâmbio. “Estamos iniciando os embarques desse ano com esse grupo de 41 alunos que vai para os Estados Unidos e terão a oportunidade de estudar inglês, conhecer uma nova cultura, novas pessoas e voltarem mais determinados. Esses alunos são a prova que o estudo e a dedicação podem transformar vidas”.

O secretário estadual de Educação, Fred Amâncio, explicou esta etapa do projeto. “São 41 estudantes de vários municípios do Estado. Estamos iniciando nosso segundo ciclo de embarques, depois do primeiro que aconteceu entre o final de agosto e início de setembro. Já temos 600 alunos no exterior e vamos enviar mais 400. Esses 400 vão para Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, Argentina, Chile e, pela primeira vez, vamos também para a Colômbia. No dia 4 de fevereiro ainda teremos o embarque da primeira turma para a Alemanha”.

As inscrições para a edição 2018 do programa são para os 25 mil estudantes matriculados no programa de segunda língua. Serão ao todo 1.085 vagas nas três modalidades do programa. Este ano, as vagas no Ganhe o Mundo Esportivo Musical aumentarão para 20, sendo 10 no Canadá e 10 na Espanha. O Ganhe o Mundo Esportivo oferecerá 25 vagas, cinco a mais que em 2017.

A aluna do terceiro ano do Ensino Médio da Escola de Aplicação do Recife Maria Luiza Menelau, de 16 anos, embarcou para o Kansas, nos Estados Unidos, com bastante expectativa. “Vou aproveitar essa experiência da melhor forma. Quero aprender a língua e a cultura deles e poder compartilhar a nossa também. Espero aprender e trazer o conhecimento de volta. Tenho estudado e me preparando mentalmente durante esse tempo”.

A avó de Maria Luiza, Tânia Menelau, de 62 anos, disse ter bastante orgulho da neta. “A sensação de ver a Maria Luíza indo para o intercâmbio é a melhor possível, estou sem palavras. É de muita saudade, mas também de muito orgulho. Estou torcendo por ela nessa experiência única. Espero que ela traga muito aprendizado para enriquecer nosso Estado”.

A superintendente do Ganhe o Mundo, Renata Serpa, traçou um panorama e histórico do projeto. “Desde 2012, quando realizamos o primeiro embarque, até hoje, mais de 6 mil alunos embarcaram para países de línguas inglesa e espanhola e este ano teremos como novidade o embarque para a Alemanha. Dos 184 municípios, temos turma do projeto de segunda língua em 180 deles. Para ter um bom aproveitamento nas matérias, ele precisa ir com um nível de língua intermediário”, explicou Renata.

“Temos parceria atualmente com oito países, sendo quatro de língua inglesa – Canadá, Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia – e quatro de língua espanhola – Chile, Argentina, Colômbia e Espanha. Além da Alemanha, que começaremos esse ano. Outros países nos procuraram para serem nossos parceiros. O embaixador da Irlanda já esteve aqui para conhecer o programa”.