Prefeitura do Ipojuca decreta estado de emergência

Temer e ministros se reúnem para avaliar desbloqueio de rodovias
Procon interdita depósito de gás em Pontezinha e Ponte dos Carvalhos que vendia botijão por R$ 125,00

Prefeitura do Ipojuca decreta estado de emergência

A Prefeitura do Ipojuca, no Litoral Sul de Pernambuco, decretou estado de emergência no município, devido aos problemas provocados pela falta de abastecimento de combustível. A medida permite que a gestora municipal, Célia Sales, requisite combustível estocado nos postos para garantir serviços essenciais, como saúde, segurança e recolhimento de lixo. Com o decreto, a administração local também poderá realizar gastos necessários para atender a população.

Por causa da falta de combustível, causada pela greve dos caminhoneiros autônomos em todo o Brasil, alguns serviços só serão mantidos enquanto houver estoque.

Equipes da Prefeitura do Ipojuca estão de prontidão, acompanhando e avaliando a situação para tomar as medidas necessárias.

Sobre a greve dos caminhoneiros

Pelo sexto dia seguido, caminhoneiros fazem manifestações pelo país. Os atos dão continuidade à mobilização contra a disparada do preço do combustível, que faz parte da política de preços da Petrobras em vigor desde julho de 2017.

Ao todo, 11 aeroportos do país estão sem combustível: Carajás, São José dos Campos, Uberlândia, Ilhéus, Palmas, Goiânia, Campina Grande, Juazeiro do Norte, Recife, Maceió e Vitória.

Há também redução nas frotas de ônibus em várias cidades.