MULHER ATEIA FOGO NA PRÓPRIA CASA E É QUASE LINCHADA EM PONTEZINHA

Ministro Fernando Filho entrega carta de desfiliação ao PSB
Veja como votaram os deputados pernambucanos na denúncia contra Temer

MULHER ATEIA FOGO NA PRÓPRIA CASA E É QUASE LINCHADA EM PONTEZINHA

 

Uma mulher de 60 anos quase foi linchada após atear fogo em sua própria casa, localizada na BR 101, próximo ao antigo posto da Polícia Rodoviária Federal, bairro de Pontezinha, no Cabo de Santo Agostinho, Grande Recife. De acordo com populares, Maria de Fátima Rodrigues da Silva, conhecida como Preta,
passou a tarde desta quarta-feira (25) ingerindo bebida alcoólica e, à noite, pôs fogo em sua residência. No entanto, a parede da casa da mulher fazia divisão com a da sogra dela e a de outro vizinho, que também foram atingidas.

A casa de Maria de Fátima ficou destruída. As chamas se alastraram e atingiram o quarto e a cozinha da residência da sua sogra e dois quartos do imóvel do vizinho. Um bebê que estava no local precisou ser retirado às pressas. Revoltados, alguns populares tentaram linchar Maria de Fátima, mas dois
homens impediram a ação. Eles a amarraram e acionaram a polícia. Ao tentar levá-la para a delegacia, no entanto, os agentes perceberam que ela apresentava alguns machucados e escoriações, provavelmente da tentativa de
linchamento da população.

Por esse motivo, Maria de Fátima precisou ser
encaminhada ao Hospital Municipal Mendo Sampaio, localizado no centro do Cabo de Santo Agostinho. Também de acordo com populares, a mulher toma medicação controlada. Ela também vai passar por avaliação psicológica na unidade de saúde. Após ser liberada, Maria de Fátima deve ser transferida para a Delegacia de Plantão do Cabo.

Fonte; Sim Noticias e Pop Noticias