Grêmio aumenta proposta por André, mas Sport bate o pé e pede 15 milhões de euros

Choveu bastante nas ultimas 24 horas em todo sertão Pernambucano
Adriano surpreende, e Flamengo vê volta ao Ninho com bons olhos

Grêmio aumenta proposta por André, mas Sport bate o pé e pede 15 milhões de euros

O Grêmio fez mais uma investida pelo centroavante André na última terça-feira. Aumentou a proposta inicial, mas não conseguiu o sim do Sport, que pediu 15 milhões de euros (cerca de R$ 60,3 milhões, na cotação atual) para liberar o jogador.

O clube gaúcho fez uma oferta de 2 milhões de euros (cerca de R$ 8 milhões) por 60% dos direitos do centroavante, além de colocar jogadores no negócio, por empréstimo. E ainda ofereceu a possibilidade de pagar mais um valor ao clube pernambucano depois de um período estipulado, caso André não fosse negociado.

No entanto, o Sport novamente se manteve irredutível. Fez a pedida alta para inviabilizar qualquer tratativa e deixar claro que não tem intenção de negociar o atacante. Com a postura do clube pernambucano, o Grêmio oficialmente se retirou das tratativas no momento.

primeira proposta do Grêmio para contratar André foi de 1,5 milhão de euros (R$ 6 milhões) por 50% dos direitos econômicos. A oferta também foi rejeitada pelo Sport.

André, que tem um carinho especial pelo Sport e pela torcida, pediu para ficar de fora da partida contra o Santos-AP nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil, alegando problemas pessoais. O Leão preferiu não se manifestar sobre o caso.

Conforme o GloboEsporte.com apurou, o centroavante não gostou da maneira como o clube conduziu a negociação, até por conta dos atrasos salariais, de 13º e férias. E tinha se empolgado com a possibilidade de disputar a Libertadores e trabalhar com Renato. O Sport, recentemente, impediu a saída de Rithely para o Inter e dificultou a ida de Diego Souza para o São Paulo.