este site de encontros só aceita gente feia

Vereadores petistas vão apoiar Marília Arraes para o Governo
Presidente do Sport pede apoio da torcida para ‘jogo mais importante do ano’ contra o Junior

este site de encontros só aceita gente feia

O Tinder tá cheio de gente que usa Photoshop na foto de divulgação ou apenas se importa com o
visual dos pretendentes? Seus problemas acabaram com o “The Ugly Bug Ball”. Apesar do
nome, o site se define como um lugar para “encontros para gente de aparência normal”. Na
prática, a frase é um pequeno eufemismo, pois ele espera agregar pessoas que supostamente não
são –ou não se acham– bonitas.

O Brasil é um dos oito países em que o site já conta com usuários cadastrados. Os outros sete
são EUA, Canadá, Reino Unido, Irlanda, África do Sul, Austrália e Espanha. O curioso é que o site
é de uma companhia da Suíça.

 

Ao clicar na bandeirinha do Brasil, o usuário já entra em uma interface em português e é solicitado
a abrir cadastro. Também é apresentado a alguns pretendentes com fotos. São gratuitos o
cadastro e a busca simples, para gênero, idade e país.

A busca avançada, para assinantes, é bem mais completa: estado, cidade. apenas perfis com foto
e vídeo, ou online dentro de 24 horas, tipo de relação, interesses, idiomas, se tem ou não filhos,
consumo de álcool, cor do cabelo, dos olhos etc. Para assinar, paga-se R$ 39 por mês, R$ 87 por
três meses ou R$ 144 por seis meses.

As principais desvantagens do site são a interface feia e mal planejada (para combinar com a
proposta?) que põe até a bandeira da Espanha mesmo na versão em português, além do fato de
não usar proteção HTTPS no endereço, o que deixa suspeitas sobre a possibilidade de sequestro
de dados pessoais dos usuários.