Como bloquear o IMEI de um aparelho celular em caso de roubo

Nomeação do administrador de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha, é publicada
Van Basten é mais um a criticar Neymar: “simulação em geral não é bom”

Como bloquear o IMEI de um aparelho celular em caso de roubo

O roubo de smartphones é uma das formas mais comuns de crime que ocorre no país, especialmente nas grandes cidades. Em razão disso, saber como bloquear o IMEI do celular pode até não trazer de volta o seu aparelho, mas pode ajudar a inibir esse tipo de crime.

Nem todos sabem, mas essa medida é recomendada tanto pela polícia quanto pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Se você acabou de se tornar mais uma infeliz vítima das estatísticas de roubo de celulares no Brasil, siga o nosso passo a passo para descobrir como bloquear o IMEI de um smartphone roubado.

O que é o IMEI?

Assim como nós temos um número único de RG e CPF, os celulares também têm um código internacional exclusivo para cada aparelho. Trata-se do IMEI (sigla em inglês para International Mobile Equipment Identify). Único e intransferível, esse número pode ser encontrado na nota fiscal do produto, na caixa do aparelho, na bateria ou nas configurações internas.

Para descobrir qual é o código IMEI do seu celular é simples: acesse o aplicativo Telefone e digite o seguinte: *#06#. Em seguida, clique na tecla para “Ligar”. O aparelho vai retornar uma mensagem de texto informando qual é o número do seu IMEI. Anote esse número em um papel e guarde-o em um local seguro: você nunca sabe quando vai precisar dele.

Por que você deve bloquear um IMEI se um celular for roubado?

O principal objetivo de um ladrão que rouba um celular não é o de ter um smartphone top de linha no bolso. Ele imediatamente procura um comprador para revender o aparelho, recebendo assim algum dinheiro pelo fruto do seu roubo. Infelizmente, muitas pessoas não se importam em comprar um celular sem nota fiscal e sem nenhuma garantia.

Porém, se você decidir bloquear o IMEI do aparelho, em cerca de 48 horas ele deixa de funcionar na rede brasileira. Isso significa que mesmo que alguém insira um SIM card nele, as funções de telefone e acesso a internet via 3G ou 4G não vão mais funcionar. É quase como se o celular virasse um peso de papel.

É por isso que tanto a polícia quanto a Anatel sugerem o imediato bloqueio de um aparelho em caso de roubo. Sem ter um celular funcionando em mãos, fica mais difícil para os bandidos repassarem o aparelho para frente. Se mais pessoas fizerem isso, esse tipo de crime pode acabar ficando inviável e, como consequência, o número de roubos pode cair.

Como bloquear um IMEI?

O passo a passo de bloqueio de um IMEI é muito simples:

Passo 01: após o roubo ou a perda do aparelho, você deve se dirigir à delegacia mais próxima para fazer um Boletim de Ocorrência. Em muitos estados é possível fazer o BO pela internet. Verifique junto à polícia da sua cidade se esse procedimento está disponível ou não.

Passo 02: depois de fazer o BO é hora de entrar em contato com a sua operadora. É ela quem intermedia o bloqueio do IMEI junto à Anatel. Basta informar o número do IMEI e pronto. Em cerca de 48 horas o código estará na base de dados da Anatel e o celular não poderá mais ser utilizado. Por mecanismos legais não há como desbloquear o IMEI de um aparelho.

Vale lembrar que o alcance do bloqueio é internacional. Portanto, em nenhum outro país será possível utilizar esse celular. É como se ele estivesse morto para todas as redes.