Aplicativo pretende auxiliar usuários na qualidade do sono

O Vigilantes do Sono, primeiro programa digital para melhorar a qualidade do sono no Brasil, lança um aplicativo disponível nos sistemas Android e iOS.

O app Vigilantes do Sono, segundo informações de comunicado de imprensa, é baseado na terapia cognitiva-comportamental para insônia (TCC-I), com um método que auxilia o desenvolvimento de mudanças no comportamento, proporcionando a quem tem dificuldades para dormir uma melhoria no sono sem o uso de medicamentos.

Lucas Baraças, fundador do Vigilantes do Sono, afirma: Entendemos que as preocupações do dia-a-dia, aliadas aos prazos, metas, responsabilidades e hábitos ruins como, cigarros e bebidas alcoólicas prejudicam bastante a qualidade do sono e automaticamente o desempenho das atividade no dia seguinte, por isso, queremos entrar nas empresas para que as pessoas se ajudem cada vez mais e juntos, possamos reduzir o problema da insônia no Brasil”.

Siga o Pop Notícias no Facebook, para acompanhar as novidades dos games e cultura pop

O aplicativo, que foi desenvolvido por Guilherme Hashioka, cofundador e CTO no Vigilantes do Sono, usa Inteligência Artificial para promover mudança de comportamentos com base em quatro pilares da ciência comportamental, que são: monitorar, ensinar, compartilhar experiências e contar com o apoio de um profissional da saúde. O sistema se utiliza de uma assistente virtual, a Sônia, que conduz o usuário durante todo o programa e ajusta o atendimento de forma personalizada, de modo que consiga se concentrar nos problemas individuais.

O programa também possui uma comunidade, ambiente voltado para os usuários trocarem experiências, além de permitir que médicos, psicólogos e outros profissionais da saúde possam acompanhar individualmente seus pacientes através dos relatórios atualizados diariamente.

Recentemente a startup recebeu da Taqtile, empresa de pesquisa, design e desenvolvimento de aplicativos, um aporte de R$ 1,1 milhão de reais. Deste modo, a ideia é que em 2021 o Vigilantes do Sono atinja a marca de 100 mil usuários e leve o programa para dentro do universo corporativo.

De acordo com a Associação Brasileira do Sono (ABS), 73 milhões de brasileiros sofrem de insônia; os desenvolvedores afirmam que quem faz o programa pega no sono 50% mais rápido e acorda 60% menos durante a noite.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *