William é herói em vitória do Náutico por 3×2 diante do América

Collor de Mello anuncia pré-candidatura à presidência
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 15 milhões neste sábado (20)

William é herói em vitória do Náutico por 3×2 diante do América

Com dois gols do prata da casa, o Náutico venceu sua primeira partida na temporada 2018. Após três empates, todos pela Copa do Nordeste, o Timbu estreou com o pé direito no Campeonato Pernambucano ao derrotar o América por 3×2, nesta sexta (19), na Arena de Pernambuco. Com o resultado, os comandados do técnico Roberto Fernandes assumem provisoriamente a liderança do Estadual, com três pontos – a equipe foi a única a vencer na rodada inicial do torneio.

Com apenas 48 horas de descanso entre um jogo e outro, o Náutico entrou em campo com um time reformulado quase por completo. Apenas quatro titulares foram escalados: Jefferson, Thiago Ennes, Camutanga e Fernandinho. Do quarteto, a presença do último foi o que gerou mais surpresa. Após deixar a partida anterior, contra o Altos/PI, pela Copa do Nordeste, apresentando forte desgaste físico, imaginava-se que o atacante seria poupado do confronto. Mas ele não somente foi um dos escolhidos para começar o duelo como também fez valer a opção do treinador: aos seis minutos, Fernadinho recebeu passe de Jobson e finalizou com precisão para abrir o placar na Arena.

Depois do gol marcado, o Náutico ainda passou mais cinco minutos pressionando os visitantes. A partir daí, foi o América o dono das principais ações ofensivas. Quando passou a “gostar do jogo”, como se diz no jargão da bola, o Mequinha aproveitou um vacilo na marcação alvirrubra para empatar a partida. A zaga deixou Caxito livre na área para completar um cruzamento e empatar o confronto.

O Timbu esbanjava lentidão nos contra-ataques, além da falta de criatividade para acionar Fernandinho e Tharcysio. As ideias estavam tão escassas que William Gaúcho decidiu arriscar de muito longe. A finalização desviou em um defensor adversário, ganhou altura e encobriu Filipe. Um golaço do prata da casa.

Não se sabe as instruções do técnico Roberto Fernandes para o segundo tempo, mas seja lá qual foi o recado, tudo mudou após os 15 minutos. Camutanga fez falta dura e recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso.

Com a saída de Jobson e a entrada de Negretti, o Náutico perdeu a ligação entre o meio e o ataque. Acuado, o time sucumbiu à pressão aos 30. Thiago Ennes tomou lançamento nas costas e Caxito não desperdiçou a chance. Dominou com calma e bateu no canto para fazer 2×2.

Nos minutos finais, o Náutico teve a chance de marcar o gol. Wagner Lauretti saiu na cara do gol e tocou no cantinho. A bola beijou a trave e não entrou. Seria o toque de sorte tradicional que tem faltado ao Timbu, mas essa “regra” foi quebrada. William Gaúcho cobrou falta e virou o herói do jogo para decretar o 3×2 e assegurar o primeiro triunfo do clube em 2018.

Ficha técnica

Náutico 3

Jefferson; Thiago Ennes, Samuel, Camutanga e Kevyn; Josa, William Gaúcho, Jobson (Negretti) e Clebinho; Fernandinho (Luis Henrique) e Tharcysio (Wagner Lauretti). Técnico: Roberto Fernandes.

América 2
Filipe; Ricardinho, Walter, Júlio César (Robert) e Wallacy; Bia, Khadir (Alison), Iran (Saulo) e Tiago Bagagem; Billy e Caxito.Técnico: Roberto de Jesus.

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior. Assistentes: Ricardo Bezerra Chianca e Dhiêgo Cavalcanti Pereira
Gols: Fernandinho (aos 6 do 1ºT), Caxito (aos 32 do 1ºT e 30 do 2ºT), William Gaúcho (aos 37 do 1ºT e aos 48 do 2ºT)
Cartões amarelos: Camutanga, Kevyn, Jobson (N); Walter, Wallacy, Alison (A)
Cartão vermelho: Camutanga (N)
Público: 929. Renda: R$ 5.070,00