Show evangélico promovido pela Prefeitura do Cabo, teve vaias ao Governo e briga de “bença” contra “bença”.

Mais um assassinado no Cabo de Santo Agostinho
Vereador do Cabo,Ricardinho pede investigação contra seleção simplificada de Lula Cabral

Show evangélico promovido pela Prefeitura do Cabo, teve vaias ao Governo e briga de “bença” contra “bença”.

Nesta terça feira dia 31, O show evangélico promovido pela Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, com mega estrutura paga por dinheiro público, teve vaias ao Prefeito e briga de “bença” contra “bença”.

Se fosse um show de rap, parcela significativa da Sociedade diria que foi coisa de maloqueiro e marginal. Na verdade a briga entre as irmãs, que não representam a totalidade e essência do povo protestante, revela nossa inclinação para a CULTURA DE VIOLÊNCIA, justamente devido ao escárnio desse desgoverno contra a educação, a arte e a nossa cultura, ferramentas indispensáveis para forjar um comportamento de convivência respeitável e harmônica entre as pessoas. Aos queridos irmãos e imãs protestantes do Cabo fica aqui nosso pedido de oração por esta juventude carente de referências.

Entendemos que o Protestantismo prega o amor entre os irmãos e a paciência, e pelas calorosas vaias contra o Governo ontem, estão atentos e atentas aos falsos profetas que querem se promover politicamente pegando carona na boa fé alheia.

O slogan”Novo Tempo” nunca foi tão apropriado! O povo está se rebelando e atento aos lobos em pele de cordeiros. Novos tempos haverão de chegar para mudar radicalmente o curso da Sociedade Cabense, mas não com essas práticas mofadas e oportunistas que não fazem mais sentido algum para o povo!

Que a graça e paz do Senhor esteja com cada um de nós, pois somente a verdade liberta! Amém!
Por Gleydson Góes