Prefeitura de Ipojuca justifica gastos com o Natal em 2017

Corpo de professor é encontrado em Sirinhaém
Petrobras aumenta preço do gás de cozinha a partir deste domingo (5/11)

Prefeitura de Ipojuca justifica gastos com o Natal em 2017

Com o edital de licitação para iluminação natalina orçado em R$ 2,6 milhões, o município pretende realizar a maior decoração da Região Metropolitana do Recife

Após o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) questionar os gastos com a iluminação natalina de Ipojuca, a prefeitura do município justificou o investimento de R$ 2,6 milhões na festividade deste ano. Segundo o secretário de Turismo, Mário Pilar, a administração pretende oferecer “a maior decoração de Natal da Região Metropolitana do Recife”.
De acordo com o auxiliar, a prefeitura quer ampliar a vocação turística do município. “Nosso objetivo é fortalecer o turismo religioso. Porque a vocação turística de Porto já é consagrada e os hotéis já estão lotados. Mas existem hotéis em Ipojuca e Serrambi. Com essa decoração, pretendemos aumentar a geração de emprego e renda. Queremos consolidar Ipojuca como uma cidade polo não só de sol e mar”, colocou.
Para isso, a gestão da prefeita Célia Sales irá iluminar as ruas de Serrambi, de Nossa Senhora do Ó, Ipojuca e Camela. “Serão 4.950 metros de rua iluminados e 11.400 metros de praças. Também iluminaremos toda a fachada da Igreja de Santo Cristo, da Igreja de Porto de Galinhas e de Nossa Senhora do Ó. Além disso, vamos iluminar a Santa Nossa Senhora das Graças, que fica na Rua da Santa”, destacou Mário Pilar.
O secretário também adiantou que serão instaladas quatro árvores de Natal de oito metros. “Teremos uma na frente de cada microrregião. Também faremos um presépio onde as pessoas poderão entrar e ver, por exemplo, o cristo se movimentando. Da mesma forma, faremos cantatas de natal na frente delas, com a orquestra cidadã de Ipojuca”, revelou.
Transparência
Segundo o secretário todos os gastos com a festividade estão cumprindo rigorosamente a Lei de Responsabilidade Fiscal. “Estamos fazendo tudo isso de forma transparente. Tudo em conformidade com a lei. Estamos com as contas equilibradas, com os pagamentos em dia e respeitamos a lei de responsabilidade fiscal. Com esse projeto, iremos atrair mais recursos para o município. Estamos de portas abertas para comprovar os gastos”, garantiu.