Polícia apura fraudes no fornecimento de merenda no Cabo

Zezé Di Camargo critica comoção por morte de Marielle: “Tenho direito”…
Troca de tiros deixa uma pessoa morta e dois policiais militares feridos

Polícia apura fraudes no fornecimento de merenda no Cabo

A Polícia Civil de Pernambuco cumpre, nesta quarta-feira (21), 20 mandados de busca e apreensão, além de três mandados de sequestro de bens móveis no Grande Recife e Mata Sul do estado. As ações fazem parte da Operação Ratatouille, que investiga empresas que forneciam merendas para escolas municipais por crimes licitatórios, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro.

Os crimes investigados foram praticados no município do Cabo de Santo Agostinho, durante a gestão do então prefeito José Ivaldo Gomes, conhecido como Vado da Farmácia, entre 2013 e 2016. Segundo a Polícia Civil, um dos mandados foi cumprido na casa do político.

O nome da operação faz referência ao filme Ratatouille, no qual um rato comandava a cozinha. Segundo a corporação, foi escolhido em alusão às precárias condiçoes das cozinhas onde eram preparadas as merendas e aos alimentos apodrecidos que eram fornecidos por uma das empresas investigadas.

Os mandados foram cumpridos nos municípios do Cabo de Santo Agostinho, Recife, Jaboatão, e Olinda, na Região Metropolitana, além de Tamandaré, Escada e Sirinhaém, na Mata Sul do estado. Uma equipe de 130 policiais civis participaram da operação, entre delegados, agentes e escrivães.

As investigações tiveram início há três meses e foram presididas pela Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp), parte do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri). A operação foi supervisionada diretamente pela Chefia de Polícia e coordenada pela DIRESP.