Notícia sobre professora presa por forçar alunos a fazer sexo com ela em troca de notas altas é fakenews, diz portal

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 15 milhões neste sábado (20)
Temer prefere que Lula seja ‘derrotado politicamente’

Notícia sobre professora presa por forçar alunos a fazer sexo com ela em troca de notas altas é fakenews, diz portal

Uma matéria dando conta que polícia prendeu um uma professora acusada de forçar seus alunos a fazerem sexo com ela em troca de notas altas ganhou grande destaque na web, mas trata-se, mais uma vez, de uma fake news com a finalidade exclusiva de obter clicks, conforme o jornalista Edgard Matsuki, do portal boatos.org

Segundo a notícia falsa, a professora seria casada e residiria em Medellín, na Colômbia, e adicionaria seus alunos com idade entre 16 e 17 anos nas redes sociais e para em seguia pedir seus telefones.

Depois ela supostamente enviaria fotos pelo Whatsapp apenas com roupas íntimas, mas tudo não passava de balela. Conforme o boatos.org, a mulher em questão é uma venezuelana que teve fotos íntimas expostas na net, em mais um flagrante caso de fake news.

Com informações do portal boatos.org.