Náutico e Itabaiana empatam sem gols na seletiva da Copa do Nordeste

Feto é encontrado por adolescente em esgoto no bairro de São José
Estelionatário cabense foi preso por aplicar golpe na RMR

Náutico e Itabaiana empatam sem gols na seletiva da Copa do Nordeste

Nivelado por baixo, o primeiro jogo da temporada terminou no lucro, mesmo que pouco, para o Náutico com o empate sem gols com o Itabaiana no estádio Etelvino Mendonça. O time da casa dominou as ações na partida de ida da seletiva da Copa do Nordeste 2018 e agora fica para o sábado (13), na Arena de Pernambuco a decisão de quem fica com a vaga no grupo A do Nordestão, junto a Altos-PI, Botafogo-PB e Bahia. O problema para o Timbu é que agora a vantagem é a do time sergipano, já que um empate com gols enche o calendário e preenche os cofres do Tremendão.

Sem chances

A vontade era tanta que um jogador alvirrubro invadiu a área adversária antes do apito do árbitro. Precisou que o juiz apitasse mais uma vez para enfim começar a partida. Mas não resistiu tanto assim ao início real. O Itabaiana dominou mais as ações em campo, mas sem muito poder.

Aos 15 minutos, o Náutico até que teve algo parecido com uma chance de gol. A bola sobrou na entrada da área adversária para Clebinho e o jogador chutou para fora, à direita da meta do goleiro Weide Andrade. Do outro lado, aos 26 minutos, Bida encontrou Léo Mineiro e o jogador avançou para a área. De frente para Jefferson, o goleiro cresceu e o atleta mandante chutou para fora.

Saídas precoces

Antes dos dez minutos, após uma cobrança de falta próximo à grande área sergipana, o zagueiro alvirrubro Camacho caiu de mau jeito ao subir para cabecear. Ele recebe atendimento em campo, mas cinco minutos depois saiu e foi substituído por Camutanga.

O Itabaiana também teve sua baixa por problema no tornozelo no primeiro tempo. Léo Mineiro, no lance em que ficou de frente para Jefferson, se machucou e deu a vaga em campo para Salatiel, aos 31 minutos.

Só Itabaiana

O segundo tempo foi dominado majoritariamente por ações do Tremendão. Na primeira chegada, Bida recebeu na frente, avançou, recuou com Salatiel e o jogador chutou muito alto para fora. Depois, Carlos Henrique acelerou até a linha de fundo, chutou para o gol, Jefferson defendeu e o lateral Thiago Ennes completou.

Ainda tinha mais fôlego do Itabaiana e Douglas até balançou a rede. Mas não valeu. O jogador havia roubado a bola das mãos do goleiro Jefferson, que estava no chão em cima da linha de fundo. A arbitragem não validou, pois já marcava a falta no arqueiro.

A pressão seguiu e Moisés cobrou escanteio. Salatiel ficou com sobra na entrada da área. Sem marcação, ele chutou firme de canhota na rede pelo lado de fora. No lance seguinte, Salatiel mais uma vez chutou forte. Agora, Jefferson estava quase na risca da pequena área e conseguiu mandar para escanteio.

Sem gols

O Náutico teve sua chance mais próxima quando Paulinho brigou no campo adversário e sofreu a falta na intermediária. Ficou para Jobson sobrar e o volante alvirrubro mandou a bola nas estrelas, aos 38 minutos do segundo tempo. E assim acabou o jogo, com um 0x0 não só sem sal, mas também difícil de acompanhar