Homem declarado morto por três médicos acorda na mesa de necropsia

Mercado da bola: Rueda dá adeus, SP perde Pratto e Vasco sonha com Eto’o
Passagem mais cara ! Empresários querem aumento de 11% nas passagens de ônibus

Homem declarado morto por três médicos acorda na mesa de necropsia

Um prisioneiro de 29 anos acordou na mesa da autópsia mesmo após ter sido declarado morto por três médicos. Gonzalo Montoya estava na Penitenciária Central de Astúrias, em Astúrias, na Espanha, e foi dado como falecido no domingo. Os especialistas supostamente constataram a ausência dos sinais vitais e o corpo foi colocado em um saco.

Pouco depois, quando estava pronto para passar pela autópsia, os médicos legistas ouviram um barulho, parecido com um ronco, e descobriram que o rapaz estava vivo. Assim que confirmaram que o detento não estava morto, ele foi levado para o Hospital Universitário Central da cidade, de acordo com o canal de TV mexicano Telecinco.

Catalepsia
De acordo com os médicos, Gonzalo foi diagnosticado com catalepsia, quando se perde a consciência e as sensações. Conforme fontes no hospital, após acordar, a primeira coisa que o preso fez foi perguntar pela esposa. Ele permanece hospitalizado.