Gabigol é eleito pior estrangeiro do futebol italiano em 2017

Veja regras e dúvidas sobre a cobrança de multas aos pedestres e ciclistas
PAULO CÂMARA QUER AUMENTAR AS PAISAGENS NA PRÓXIMA SEXTA-FEIRA, DIA 12.

Gabigol é eleito pior estrangeiro do futebol italiano em 2017

A passagem de Gabigol pela Itália não tem sido muito boa. Ainda com seu futuro indefinido, o
atacante da Inter de Milão – atualmente emprestado ao Benfica – ganhou o prêmio “Bidone D’Oro”
(Lixeira de Ouro) de 2017, dado ao pior jogador estrangeiro do futebol italiano.

Gabigol venceu a eleição feita por veículos da imprensa italiana com 53,6% dos votos. Na
sequência, apareceram o atacante Iturbe (11,9%), que jogou por Roma e Torino, e o zagueiro
Vermaelen (9,6%), que atuou pela Roma antes de ir para o Barcelona.

Gabigol foi vendido pelo Santos para a Inter de Milão por 25 milhões de euros (R$ 91 milhões na
época) em agosto de 2016. Desde então, o atacante atuou apenas 10 vezes pelo clube italiano,
marcando apenas um gol.

No início da temporada 2017/18, o jogador foi emprestado ao Benfica. Em Portugal, a fase não
melhorou muito: cinco jogos e apenas um gol.

Gabigol não foi o primeiro brasileiro a ganhar o “Bidone D’Oro”. Rivaldo, Adriano, Felipe Melo e
Alexandre Pato já foram “vencedores” do troféu.

Confira os 10 mais votados no prêmio:
1 – Gabigol (Inter) – 53,6%
2 – Iturbe (Roma/Torino) – 11,9%
3 – Vermaelen (Roma) – 9,6%
4 – Bacca (Milan) – 8,4%
5 – João Mario (Inter) – 6,5%
6 – Maksimovic (Napoli) – 4,7%
7 – Banega (Inter) – 1,9%
8 – Paletta (Milan) – 1,2%
9 – Posavec (Palermo) – 1,2%
10 – Murillo (Inter) – 1%