Eca! Teste mostra que hotéis não lavam os lençóis entre um hóspede e outro

Aumento de 4,5% no gás de cozinha passa a valer hoje
Na Arena Condá, Leão buscou empate com um a menos, se manteve a um ponto da zona da degola, mas tem agora pior ‘jejum’ no ano

Eca! Teste mostra que hotéis não lavam os lençóis entre um hóspede e outro

Após fazer o check in no hotel, o mínimo que se espera ao entrar no quarto novo é
encontrar lençóis limpos e recém-lavados, não? No entanto, novas evidências sugerem
que aquela roupa de cama pode não estar tão limpa quanto você imaginava.

Os repórteres de “Inside Edition” foram até Nova York e pediram um quarto no Residence
Inn by Marriott para fazer o teste. Primeiro, eles pulverizaram nos lençóis a mensagem “I
slept here” (Eu dormi aqui) com tinta invisível e lavável. A frase não era visível a olho nu,
e aparecia apenas com a ajuda de uma luz especial.

Após deixar o estabelecimento, bagunçando a cama da mesma forma que se alguém
tivesse dormido lá, eles reservaram o mesmo quarto para a noite seguinte, usando um
outro nome. Ao checarem os lençóis, descobriram que a tinta estava lá e que o tecido
ainda não havia sido lavado.

Questionada, a gerente do hotel disse desconhecer o que teria acontecido,
caracterizando ainda o incidente como um erro incomum, uma vez que a conduta normal
de qualquer hotel é trocar os lençóis entre os hóspedes. A rede Marriott também pediu
desculpas, ressaltando que o problema era “muito grave” e dizendo que os quartos serão
inspecionados para evitar um novo incidente do tipo.

No total, o Inside Edition testou nove hotéis. Desses, três deixaram lençóis sujos na
cama entre os hóspedes. “Com todos os diferentes vírus e doenças que a sociedade
enfrenta, nunca deveríamos fazer isso”, diz Madeline Chang, diretora do serviço de
limpeza no Aston Waikiki Sunset (Havaí), ao Huffington Post. “Mas talvez o hotel esteja
tentando cortar custos.”

Caso o hóspede fique um período de tempo maior, geralmente os estabelecimentos
trocam a roupa de cama a cada dois dias, para economizar água, o que costuma ser
uma prática muito comum. E é até conhecido o fato de que alguns hotéis deixam o
mesmo edredom durante meses disponível, e sem lavar. Mas negligenciar a limpar
lençóis entre os hóspedes é algo totalmente novo – e muito nojento.